Manhattan com carrinho de bebê

Essa semana recebi uma pergunta que me inspirou um post no blog, “Como é passear por Manhattan com um carrinho de bebê?”. Vou tentar responder com a minha experiência de 2 filhos e de quem já morou no Brooklyn pegando metrô todos os dias.

CIMG3919Metrô: A cidade é pensada para quem anda a pé, calçadas largas, bem cuidadas e rebaixadas. Já não podemos dizer o mesmo do metrô. Poucas estações possuem elevadores, na sua maioria sujos e fedidos, isso quando não estão quebrados, mas o site da MTA até que faz um bom trabalho atualizando o status dos elevadores e escadas rolantes. Antes de sair de casa, vale a pena uma consultada na página para saber se o serviço estará disponível. Quando morávamos no Brooklyn tinhamos que vir trabalhar na cidade e trazer a Luna todos os dias no carrinho, então resolvemos comprar o modelo que fosse um dos mais leves. Como na maioria das vezes não tinha como fugir das escadas, precisava de algo que eu pudesse carregar sozinha e com a criança dentro, portanto o carrinho leve era essencial. Dentro do metrô, apesar das recomendações de fechar o carrinho e colocar o bebê no colo, isso raramente acontece, todos descem com os carrinhos abertos, entram e saem com eles do mesmo jeito. Se você for mulher e estiver sozinha, provavelmente alguém irá oferecer ajuda para subir ou descer, basta aguardar um pouquinho no início da escada que logo a ajuda aparece.

article-2242470-1655DAF2000005DC-25_634x415

Para passar pela catraca, a melhor maneira  se estiver acompanhada, é que a pessoa passe antes, abra a porta especial, pegue o carrinho e então depois você passa normalmente. Se estiver sozinha, passe o cartão na catraca especial, que normalmente fica ao lado da porta, peça para o funcionário abrira porta  e então passe junto com o carrinho.

No ônibus:
Diferentemente do metrô, no ônibus é obrigatório que se feche o carrinho antes de subir. Quando o motorista é bonzinho, ele deixa que você suba primeiro com ele aberto e feche lá dentro, portanto a dica é, quando estiver esperando o ônibus já tire as tranqueiras que podem impedir o fechamento rápido dele, fique pronta para tirar o bebê, fechar e subir.

No táxi
Apesar de já ter ouvido de muitas mães que os taxistas evitam pegar pessoas com carrinho de bebê, nunca passei por essa situação. Eles param, você tira o bebê, fecha o carrinho, coloca no porta mala e pronto.

Em resumo, o mais importante ao considerar andar por Manhattan com carrinho é que ele seja leve para que você consiga subir e descer escadas com ele no colo, ou então planejar a rota de acordo com as estações que ofereçam elevador e escadas rolantes.

Bookmark the permalink.

13 Responses to Manhattan com carrinho de bebê

  1. Clelia maria Uchoa Falcão says:

    É… tem muitas escadas que não são rolantes e aí haja força nos braços !!

  2. Valeria says:

    Estou chegando ai! Ja comprei meu carrinho! Depois posto como me sai por ai!

  3. Viviane Rodrigues says:

    Olá, estou morando aqui em manhattan há um tempo, mas não consigo fazer amizades com brasileiros. Claro que com esse frio eu quase não saio de casa, mas editou começando a me sentir solitária. Tenho um filho de 5 anos. Vc tem alguma ideia de como faço para fazer mais amizades?? Obrigada!!

  4. Debora Wolf says:

    Eu acho taxi difícil aqui em NYC o tempo todo, eles recusam te levar a onde você pede o tempo todo. Após as 16h é impossível tomar um taxi, o que você faz??

    • Monica says:

      Na verdade as 17 eles trocam turno e mtos taxi’s estao indo para a garagem, por isso essa dificuldade em achar taxi nesse horário. Então eles so levam se o seu destino estiver no caminho deles.

  5. Valeria says:

    Voltei pra dizer que minha experiência em NY com carrinho e bebe foi bem produtiva….andei pra cima e pra baixo com ele…claro que com acompanhante fica mais fácil….tem carrinhos de todos os tipos….mas pra mim o que funcionou foi do tipo guarda chuva super pratico p desmontar e carregar….o que tenho aqui no Brasil é um trambolho dificilmente uso….e outra o tipo guarda chuva é baratinho e vc encontra facilmente pra vender….segue a dica! Ah, no metro as pessoas são bem solicitas p ajudar nas escadas!

  6. Imagino que passear por Nova York com um carrinho de bebê deve ser bem mais fácil do que aqui em São Paulo, cheia de buracos e calçadas mais cuidadas. Fui há alguns anos para NY mas ainda não era mãe, lembro das calçadas largas e lisas, perfeitas para andar tranquilamente com um carrinho de bebê. Parabéns pelo blog, muito bacana. Beijinhos!

  7. majhuu says:

    Ola!!!!
    Poxa!!!Seu post foi perfeito pra mim!!!
    Estava louca procurando por alguem que me desse essa resposta, estamos planejando nossa viagem a NY e a minha maior preocupacao era se serai possivel NY com carrinho de bebe…porque para nos carrinho de bebe serve mais para levar nossas coisas do que nossa filha rsrsrs
    Beijos!!!

Deixe um comentário