O mais alto, no mesmo lugar.

Desde que em 11 de setembro de 2001 os atentados derrubaram as torres gêmeas, o Empire State retomou o título de o prédio mais alto de Nova York. O edifício foi construído em 1931 no que chamaram de “A corrida ao Céu” quando não somente se tornou o maior símbolo da cidade, como também o símbolo da tentiva do homem do século 20 em conseguir o impossível. Depois da construção da Torre Eiffel,  os americanos se sentiram desafiados a bater o recorde de altura e então começaram a corrida. Primeiro foi o Metropolitan Life Tower, 50 andares e que 4 anos depois foi vencido pelo Woolworth Building, 57 andares e 247 metros. O Bank of Manhattan Building veio 16 anos depois, com 71 andares e 260 metros. A corrida estava bem acirrada, já que o Chrysler Building e Empire State estavam na concorrência, sendo construídos quase que simultaneamente. Sendo construído maior do que o anunciado, o Manhattan Building perdeu rapidamente seu título de mais alto quando o Chrysler Building ficou pronto em 1930, com uma manobra meio contraditória. Embora o Bank of Manhattan tivesse mais altura “construída” o Chrysler ganhou o título colocando uma espiral em seu topo, fazendo assim a altura aumentar consideravelmente ( 77 andares e 319m de altura) e passar a ser o mais alto da cidade.  Os dois ainda brigavam na mídia quando o Empire State chegou em 1931 medindo 380m e 102 andares,  acabando com a disputa e briga dos concorrentes.

Essa coroa durou mais, foram 42 anos até que em 1973 as torres gêmeas inauguraram com 110 andares e 523m de altura, concorrendo também ao posto de símbolo da cidade. Quando parecia já ser carta fora do baralho, em 2001 com a queda das torres, o Empire State retoma seu título 28 anos depois e se torna novamente o edifício mais alto mas dessa vez, sabendo que seria temporário. As autoridades já anunciavam que as substitutas seriam ainda maiores do que as que foram destruídas, e 11 anos depois com o One World Trade Center, ou Freedom Tower, o mesmo local volta a abrigar o maior arranha-céus da cidade de Nova York.

Bookmark the permalink.

3 Responses to O mais alto, no mesmo lugar.

  1. Oi, Monica! Sou amiga da Cristiana Souza Cruz e acompanho o seu blog há tempos, já que eu mesma casei, tive filho e morei 10 anos em Paris, passando alguns perrengues pelos quais vejo que você passou. Mas voltei ao Brasil há três anos e trabalho numa ONG chamada Saúde Criança. Temos um escritório em NY (Brazil Child Health) e precisamos muito de voluntários para todo tipo de trabalho, até mesmo para produção de conteúdo em redes sociais. Se você puder, quiser, nos dar um help, por favor, me escreva. Ou até mesmo vc pode conhecer alguém que esteja interessado. Enfim, estou a disposição para falarmos mais sobre este assunto, caso você queira, claro. Um abraço e parabéns pelo novo visual do blog, está lindo!

  2. Daniela says:

    Oi Monica, tudo bem? Meu marido disse que pintou uma vaga p ele em NY e que talvez a gente se mude de SP p lá, aí no caso. Me recomendaram seu blog e eu adorei, mas queria tirar muitas dúvidas pq tenho duas filhas pequenas, de 3 anos e 1 ano. VC pode me passar seu e-mal p eu fazer umas perguntas? Valeu,bjo
    Dani

Deixe um comentário