Filipe Guerreiro Wolff

Há alguns meses eu e muitos brasileiros que moram em NY, Boston e provavelmente várias regiões dos Estados Unidos, estamos acompanhando a história desse pequeno grande menino chamado Filipe Wolff.  Ontem, depois de 2 anos em tratamento nos EUA, se preparando para fazer um transplante de fígado para salvar sua vida, a cirurgia finalmente aconteceu. Durante esses dois anos, a família vem contando com a ajuda e apoio não apenas de seus amigos e familiares, mas com grande parte da comunidade brasileira daqui. Foi muita expectativa, ajuda, campanha para arrecadar fundos, sofrimento e ansiedade em cada internação dele que acompanhamos pelo facebook ou pelo site. O grande dia finalmente chegou, o transplante foi feito, o doador que é seu pai, e o Filipe passaram por quase 13 horas de cirurgia, e hoje começam o primeiro dia de recuperação, com muita batalha ainda a ser vencida nos dias que virão.

Resumindo a sua história, Filipe nasceu em 2008 e com apenas 18 meses foi diagnosticado com uma doença rara, “Histiocitose de células de Langherhans” uma doença que afeta o sistema de vários órgão do corpo, e que já havia se instalado no fígado e nos pulmões. Esse problema no fígado acabou causando outra doença rara, a “Colangite Esclerosante”, e a presença dessas duas juntas podem causar o colapso total do fígado. Para curar a segunda, somente fazendo um transplante.  Fizeram quimioterapia, e seguiram todas as opções de tratamento indicada para seu caso pelos médicos no Brasil, mas que não tiverem muito efeito, e em 2011 Filipe continuava apresentando problemas e uma séria crise hepática. Foi quando eus pais souberam que aqui nos EUA havia uma medicação que obteve sucesso em casos semelhantes ao do menino, mas essa medicação é proibida no Brasil pela ANVISA. Começaram uma campanha no Brasil para arrecadar fundos e conseguiram trazer o filho para a primeira consulta e o inicio do tratamento com o médico americano. Com a confirmação da necessidade de fazer o transplante, os pais sem condições de bancar o procedimento, começaram uma grande campanha na comunidade brasileira pedindo ajuda para conseguri realizar a cirurgia e se sustentarem no país até que o menino fosse curado. Com um custo estimado em 800 mil dólares, várias campanhas de arrecadação aconteceram, muita gente ajudou e a família conseguiu arrecadar uma boa quantia em dinheiro, que na verdade era controlada e estava em posse da MAPS e na conta do Citizens Bank. Com um novo diagnóstico de que o câncer (a doença primaria) tinha voltado e o transplante do fígado não poderia ser feito logo, junto com a aprovação de um seguro saúde particular para o Filipe, a família resolveu encerrar as doações. O dinheiro arrecadado e sempre muito transparentemente mostrado por eles no site, não poderia  ser usado por outra razão a não ser para a manutenção do seguro de saúde e gastos referentes ao tratamento.

Depois de muitas internações, tratamentos, novos diagnósticos de comprometimento na medula e a necessidade de um novo transplante para curar esse novo problema que apareceu em seu sangue, Filipe finalmente conseguiu fazer o tão esperado transplante de fígado.

Hoje o que ele precisa é de muito pensamento positivo, muita torcida, pois o que essa criança passou, o que a família vem superando, o mínimo que eles merecem é que essa vida seja salva! Desde ontem quando ele começou a cirurgia, eu e outras milhares de pessoas ue acompanham diariamente cada update que a família coloca na pagina do facebook, estamos ansiosos, confiantes, torcendo muito, mas muito mesmo para que o conforto venha logo para todos eles. Quem quiser acompanhar e de alguma forma ajudar, acessem a página.

Força Filipe!

Bookmark the permalink.

Deixe um comentário